• fabiobiao21

A força do sonho

Os canais de internet dos clubes é uma realidade. Não era em 2009, quando eu e Stefano Salles criamos o America Na Rede, em parceria com o curso de Jornalismo da Universidade Veiga de Almeida. Acompanhamos os 38 jogos do America no Campeonato Carioca, em todos os cantos do estado. Uma experiência ímpar!


Fizemos história e marcamos a carreira de alguns que, hoje, são profissionais de jornalismo. Roberto Veloso, Nassira Brito, Paloma Simoneti, Rafael Hecht, Raffa Tamburini, dentre outros. Rodrigo Gomes, jornalista e narrador já formado, também esteve conosco. Na época, transmitíamos via radioweb e éramos ouvidos em todos os cantos do mundo. Torcedores do America, carentes de informação. Servimos de fonte para grandes veículos de comunicação, tanto de rádio, quanto de tv. Fornecemos imagens – não transmitíamos em vídeo, mas fazíamos registros – para uma grande emissora. Saber atuar em nicho é algo gratificante e difícil. É oportunidade de crescer onde o sol não bate. E, ao mesmo tempo, ser luz naquele canto escuro.


Tenho orgulho, sim, de ter sido o “pai” dessa ideia. Eu estava em Friburgo, no ano de 2008, quando foi sacramentado o rebaixamento do time. Ali, na hora, pensei como os torcedores, com o meu pai, teria notícias do time. Juntos, a equipe quebrou barreiras, derrubou paradigmas, inventou, inovou, acertou, errou, ficou feliz, ficou triste. Mas, estávamos lá! Não temos a força de mídia suficiente para fazer essa história ser conhecida do grande público. Mas, temos muitas testemunhas de tudo o que foi feito.


Quase uma década depois, voltei a fazer isso, no fut7. E estou acompanhando o crescimento, esperando crescer junto. A ideia é essa. O plano é esse. Vamos futsetear!

Fábio Bião