• fabiobiao21

Depende de nós

Atualizado: Abr 4

O “10 PERGUNTAS”, que temos feito no Instagram da SportVoice, nasceu por uma obra do acaso. Sempre falo da importância de se falar das personagens do fut7. A modalidade, como qualquer nicho, precisa de nomes, de rostos. Eles já existiram, ainda existem. Porém, por sua extensa capilaridade, o fut7 não proporciona uma união nesse sentido. Um atleta que é referência em determinada liga, favela ou cidade, pode ser um mero desconhecido em outra. De alguma forma, minha ideia é reforçar nomes já conhecidos e apresentar outros que explodirão em breve.

Moro fora do Rio há quase três anos. Aqui há boas ligas, bons jogadores. E já comecei o “10 PERGUNTAS” na serra. Em breve, outros municípios também terão seus representantes devidamente falados e reconhecidos. E é isso – mais uma vez – que a modalidade precisa entender. Precisamos falar mais e mais. Lembro que, no início dos anos 90, quando a música baiana estourou nas rádios e nas TVs, cada artista que ia a um programa, sempre falava de outro. Era como uma maçonaria. Um dando força ao outro. Nesse sentido, é interessante que as contas de Instagram dos times sigam e curtam umas às outras. Isso aumenta a divulgação, a possibilidade de novos parceiros comerciais. É importante que se marquem quando houver confrontos, e que se compartilhem na divulgação desses jogos.


São ações gratuitas. A internet possibilita isso. Quantas e quantas não são as personagens que surgem e se estabelecem por ela? Então, depende muito mais de quem está dentro do processo, do que esperar que alguém de fora apareça com uma ideia mirabolante para fazer a modalidade ter o espaço que merece. Esta conta segue todos os times que a seguem, curte as postagens e, dentro do que entende – partidas decisivas, sorteios etc. –, compartilha em seus status. O custo é zero e o ganho imensurável.


Temos que imaginar o mundo do fut7 como uma grande família, com seus problemas, dilemas, brigas, indefinições. Mas, não podemos deixar que nada nos enfraqueça. E isso depende exclusivamente de quem faz parte dela. Ou seja, NÓS!


@fabiobiao21