• Agência ZeroUm

Os objetivos da notícia

Os limites da notícia, a relevância e a construção da argumentação.

Nos últimos anos, sobretudo no Brasil, observamos um debate a respeito do que é notícia, o que deve ser considerado informação.


Por notícia devemos considerar qualquer tipo de informação que apresente um fato novo, relevante, que narra fatos recente. O conteúdo pode ser político, econômico, social, cultural, entre outros. Com o advento da internet, e sobretudo no século XXI, estas informações são veiculadas - além dos tradicionais jornais, revistas e televisão, em novas plataformas online.


A notícia de caráter jornalístico precisa obedecer a algumas normas. Com isso, o assunto deve ser apresentado de forma exata, objetiva e imparcial. A linguagem deve ser adequada ao público ao qual se destina, e os fatos apresentados com veracidade. A notícia não se destina a afirmar uma intenção pré-concebida, mas sim a narrar a sequência dos fatos que compõem o acontecimento.


Na estrutura do texto, podemos observar que algumas perguntas precisam ser respondidas. Estas são: "o quê?", "quem?", "quando?", "onde?", "como?", "por quê?", "como?". A informação mais concisa, importante, está no lead que é o primeiro parágrafo. Na construção da narrativa, o conteúdo de apresenta em formato de pirâmide invertida. Ou seja, parte-se do mais relevante aos fatos de menor interesse.


O Jornalista, por sua vez, está alocado como mediador da realidade. Tradutor dos acontecimentos, facilitador da compreensão dentro do contexto social. Entretanto, deve estar afastado o suficiente dos fatos para ter a isenção e a isonomia necessária. Propagar verdades próprias envelopadas em rótulos de verdade noticiosa é papel da publicidade. O Jornalismo, apesar das linhas editorias de seus veículos, deve estar intimamente relacionado ao compromisso com os fatos, sem escolher lados na história, sem escolher culpados ou heróis não sustentados na verdade. E é por isso que nem tudo que há em ditos jornais, revistas e programas online pode ser considerado jornalismo.



Bruno Velasco

Agência ZeroUm