• Lohanna Irie

O fenômeno das FANFICS

Entenda mais como as histórias criadas por fãs tem virado febre entre os jovens.

Foto de Castorly Stock no Pexels
Foto de Castorly Stock no Pexels

As Fanfics — ou fanfictions — como o próprio nome diz são narrativas ficcionais criadas por fãs. Como assim? Narrativa criada por fãs? Calma! Vamos explicar tudo. Um escritor de fanfic se inspira em uma história do seu filme ou livro favorito, até mesmo em uma banda — não há uma regra — e escreve histórias baseadas nesses personagens ou personalidades.


Não entendeu? Podemos ser mais diretos. As fanfics servem para transformar os sonhos de fãs em realidade. Afinal quantas vezes não pensamos que determinado casal de um livro deveria ter ficado junto? Ou então que uma certa cena teria sido melhor se acontecesse de outra forma? Então, nas fanfics tudo isso é possível.


As histórias criadas pelos fãs podem estar relacionadas ao universo do personagem em questão ou não.Cada um é livre para escrever a história como bem entender. O importante é deixar sua inspiração fluir e 'colocar a mão na massa' caso goste de escrever e tenha interesse em começar uma fanfic.


Como dito antes, não há uma regra, o escritor é livre para liberar sua imaginação e escrever o que o agrade. Existem inúmeros tipos de fanfics espalhadas por aí. E com a popularização da internet — anos atrás — elas ganharam cada vez mais destaque, chamando a atenção dos jovens apaixonados pela escrita.



Tipos de fanfics: conheça os gêneros e subgêneros


Quando falamos de gêneros, logo vem na cabeça os clássicos: drama, ação, aventura e romance. Mas quando entramos no assunto fanfic, 'o buraco é um pouco mais em baixo' e você passa a ter um leque de opções. No mundo das fanfics, existem gêneros um pouco mais específicos e diferentes. Então, é importante sempre manter a cabeça aberta para o novo. Confira abaixo alguns dos gêneros e subgêneros:


  • Drabble: histórias com, no máximo, mil palavras.

  • OneShot: fanfics com apenas um capítulo.

  • Crossover: misturam universos de ficção diferentes, ou seja, podemos ver os heróis da Marvel e da DC interagindo.

  • Crackfic: geralmente são histórias de humor, sendo muita das vezes dadas como ‘ridículas’, mas são apenas histórias absurdas com grande alívio cômico.

  • Angst: a história é movida pela angústia dos personagens, são fanfics criadas a partir de emoções desagradáveis.

  • Yaoi: histórias com o foco no relacionamento afetivo entre dois homens.

  • Yuri: histórias com o foco no relacionamento afetivo entre duas mulheres.

  • Fluffy: histórias com climas leves e fofos, faz com que o leitor se sinta bem lendo.

  • Lemon: assim como a literatura erótica, mais específico para o sexo entre homens.

  • Orange: assim como a literatura erótica, mais específico para o sexo entre mulheres.

  • Literatura Erótica: Histórias caracterizadas por despertar interesse sobre as práticas sexuais.



As fanfics estão virando livro!

#PoorAlfienaBienal


Não é de hoje que as fanfics são um sucesso e prova disso é grande quantidade de histórias de fãs virando livros e até mesmo filmes. O livro 50 Tons de Cinza é um ótimo exemplo de fanfic que se tornou Best Seller conquistando muitas pessoas. Não é impossível que uma editora entre em contato com escritores de fanfic para que publiquem um livro, afinal publicações de livro é um mercado grande.


No meio K-pop, as Fanfics são ainda mais populares, sendo comum encontrar histórias de gêneros Yaoi e Yuri, em que são dados asas aos delírios de fãs, que shippam torce pelo relacionamento amoroso — de alguns membros dos grupos de K-pop. De uns tempos para cá, o aumento de histórias virando livros é bem grande. Mas nesse meio, os livros de fanfics são apenas de fãs para fãs, sem fins lucrativos. Apenas para ter o gostinho de ter sua fanfic favorita na prateleira.


Em março desse ano, a hashtag #PoorAlfieNaBienal foi parar nos trends de assuntos mais comentados no Brasil onde inúmeros fãs da história pediam que o livro fosse publicado de forma original. Ou seja, com os personagens sendo substituídos por personagens originais. A autora da fanfic Poor Alfie postou em seu twitter sobre a possibilidade da história virar um livro original e ser vendido na Bienal. Fato que, é claro, causou uma grande empolgação dos fãs


Trend Topics Twitter
Trend Topics Twitter

Esse projeto conta com a ajuda da Babi Dewet que também é escritora de sucessos como Alegro em Hip Hop, Sonata em Punk Rock, K-pop: manual de sobrevivência entre outros.


A autora também começou escrevendo fanfics e hoje, como diz em sua biografia do twitter, trabalha com o que ama. A #PoorAlfieNaBienal é sem dúvida uma porta de entrada para que mais histórias de fanfics sejam transformadas em originais e publicadas. Afinal muitas dessas narrações podem ser inspiradoras.


No momento, não se sabe ao certo como está a situação do projeto. Isso pelo fato de que na madrugada do dia 3 de junho, a fanfic ‘Poor Alfie’ também agitou o twitter sobre seu primeiro capítulo ser plágio de um dos livros do Stephan King. Essa situação causou a revolta de muitos leitores. Contudo um fato inegável é que a #PoorAlfieNaBienal foi algo inédito de se ver no twitter, mostrando a força que as fanfics, em geral, estão tendo ainda mais com o tema Yaoi no meio K-pop.


Quer ler Poor Alfie? Acesse aqui.




Onde encontrar as fanfics


Para você leitor de fanfic, ou você que quer apenas conhecer sobre esse novo mundo, existem inúmeros sites que disponibilizam a publicação desse material. Assim como o Kindle ou outros aplicativos para leitura de livros, as fanfics também tem suas plataformas de leitura. Você pode acessar algumas delas clicando nos links abaixo.



Social Spirit


Wattpad


Nyah Fanfiction


Archive Of Our Own ‘AO3’


Fanfics Brasil



Fanfics e direitos autorais


Por usaram nomes, personagens e um universo já existente há uma grande preocupação sobre direitos autorais. Fato justificável, afinal, é sim um risco. Porém, com a quantidade de plataformas de leituras de fanfics, os proprietários dos direitos autorais não costumam criar problema.


Muitos proprietários, inclusive, liberam ‘materiais’ para que os fãs escrevam mais, afinal as fanfics acabam sendo uma forma de divulgação de determinado trabalho. Aumentando a popularidade da história original, ou grupo de K-pop, ou filme.


Entretanto, esse assunto é um divisor de opiniões, uma vez que uma parte dos autores se mostram a favor das fanfics, acham criativo e divertido, outros não acham certo, exatamente por essa questão de direitos autorais.



Gostou? Deixe aqui nos comentários se já leu ou escreveu alguma fanfic!



Lohanna Irie

Jornalista, roteirista e escritora de fanfics para Agência ZeroUm