• Agência ZeroUm

No caminho do Palmeiras

Mundial de Clubes: Al Ahly - Egito derrota o Monterrey - México em partida que valia lugar na semifinal diante do Palmeiras.

Tido como 'zebra' no linguajar futebolístico, equipe egípcia aproveitou-se do fraco desempenho ofensivo e das falhas defensivas para construir o placar de 1x0 e selar a vitória diante de um estádio em que sua torcida se mostrava maioria.


O jogo começou com as equipes se estudando, mas com os mexicanos tendo boas e maior volume de chances de gol. Entretanto, a eficiência em concluir nas oportunidades criadas e no espaço deixado não surtiu o efeito desejado, permitindo a oportunidade de diversos contra-ataques que levaram perigo à sua própria defesa.


Enquanto o Monterrey não se acertava, o Al Ahly resistia sem fazer a retranca dita em alguns comentários. A equipe se mostrou saber ler as oportunidades, reconhecer seu tamanho e perceber que a pressão de ter o resultado não era dela. E, à medida que as chances passaram a existir, a torcida presente empurrou e o jogo ficou equilibrado em oportunidades. Os mexicanos dominavam a posse de bola enquanto os egípcios se mostravam perigosos em sequência com diversos contragolpes perigosos.


E nesta tônica surgiu o gol que classificaria o Al Ahly, em um contra ataque em que o Monterrey estava mais uma vez exposto, desalinhado, a bola foi cruzada na área e o goleiro Andrada não conseguiu fazer a defesa, no rebote Hany marcou. Falha de todo sistema de defesa, dos laterais, do goleiro e dos zagueiros e volantes que permitiram o rebote frontal à meta.


Os egípcios se colocam mais uma vez no caminho Palmeirense, desta vez, a história pode ser diferente.




Bruno Velasco

Agência ZeroUm