top of page
  • Foto do escritorAgência ZeroUm

A insistência de Bruno Lage

Atualizado: 28 de ago. de 2023

O Botafogo refaz uma caminhada desnecessária para um time consolidado.


Estádio Nilton Santos. Foto: Bruno Velasco - AG01.
Símbolos históricos do Botafogo.

Ontem, 23, a torcida do Botafogo presente no Estádio Nilton Santos vaiou após o fim do jogo. A vaia, em si, não era direcionada aos jogadores. Mas sim às constantes e desnecessárias intervenções que o novo técnico tem realizado nos 11 iniciais.


Bruno Lage tenta impor seu DNA em um time que se mostra confortável e acima da média jogando em outro estilo. De certo, variações podem e devem ser testadas, mas em uma competição na fase de mata-mata não.


A torcida está impaciente pois vê o trabalho de Caçapa muito melhor e orientado para o que o time tem de melhor. Bruno Lage, por sua vez, removeu o ponta direita e colocou um jogador a mais no meio. Tal fato só surtiu efeito contra o Vasco.


Por sinal, contra o Internacional o time só conquistou a vitória após o treinador se render aos apelos e voltar no segundo tempo com o time que vinha vencendo todas as equipes.


Empatar em casa contra o Defensa foi um resultado ruim diante daquilo que poderia ter sido produzido. Diante do que foi pensando para a partida. A falta de ambição já privou muitas gerações de Alvinegros de comemorar.


O Bruno precisa dar um passeio pela história do clube e entender a expressão que o mesmo tem no cenário brasileiro e mundial. Não é só com teimosias que se ganham títulos, é com planejamento, observações, treinamentos e resultados. Lage carece de vitórias.




Bruno Velasco

Agência ZeroUm



Comments


bottom of page