top of page
  • Foto do escritorAgência ZeroUm

Qual a finalidade do seu crédito?

O segundo dia da Expo Industrial em Atibaia.


Foto: Valdemir  Neri - Bruno Velasco - AG01.
Foto: Valdemir Neri - Bruno Velasco - AG01.

Ontem, 24, a 1ª Expo Industrial de Atibaia trouxe em sua programação temas voltados ao desenvolvimento do negócio. A abertura do dia ficou a cargo de Valdemir Neri com a palestra "Multiplicando o Resultado em 10x".


O ponto alto do dia teve início logo em seguida com a palestra de Gerson Crociati, Sebrae, que trouxe luz a questões importantes mas muitas vezes negligenciadas na rotina de muitas empresas de todos os setores.


O timming da palestra e seu planejamento dentro do contexto foi perfeito. O momento antecedeu a Rodada de Créditos - em que bancos públicos e privados apresentaram condições de crédito a cada segmento, com atendimento individualizado - e auxiliou no entendimento da necessidade de organização interna, bem como da necessidade de se conhecer a fundo o que se tem e o que é realmente preciso para alavancar as condições que permitem a empresa atingir novos e melhores patamares.


Gerson trouxe dicas para o uso consciente do capital, além de destrinchar o uso adequado de ferramentas em momentos oportunos:


"Faça controle de tudo, gastos fixos, despesas financeiras, folha de ponto, energia, etc"

O valor despendido dia a após dia em pequenas doses também afeta o bom resultado da empresa, afirma o consultor do Sebrae. É preciso uma ação estudada e continuada que seja implementada desde a simples substituição de uma lâmpada ao questionamento de "qual a finalidade do crédito crédito que desejo pedir?".


Foto: Gerson Crociati, Sebrae - Bruno Velasco - AG01.
Foto: Gerson Crociati - Bruno Velasco - AG01.

Estar no controle da empresa significa, entre outras variáveis, ter domínio sobre o investimento que se deseja realizar, bem como ter em números e projeções se o mesmo tará o retorno esperado no tempo.


O controle de gastos e o planejamento concreto de expectativas permitem entender se existe realmente a necessidade de investimento com capital externo, e se o valor desejado - realmente - será suficiente para suprir as necessidades latentes da empresa e por quanto tempo esse valor será capaz de suportar a realidade dos números internos.


O valor correto do crédito, caso seu fluxo de caixa não aponte recebíveis suficientes em curto e médio prazo, evita a tomada de juros em montantes indevidos, bem como, pode evidenciar até mesmo a falta de necessidade de injeção de valores no negócio.


Existe alguma forma de vender seu produto ou negócio de modo diferente? Pois, então, venda!

Entender bem o produto que se tem é chave para agregar valor às vendas que se realizam, com isso, reduz-se necessidade da procura por crédito nas instituições.


Outro ponto abordado por Gerson é a separação do capital entre CNPJ e CPF dos sócios. O empresário é e deve ser responsável pela empresa, "mas a empresa não tem responsabilidade sobre a vida particular do empresário".


A dificuldade do caixa de uma empresa pode justamente na mistura indevida e na, consequente, da falta de controle sob o mesmo. A todo instante, o empresário, o empreendedor precisa buscar recursos exatos e necessários para a operação da empresa, entendendo a necessidade real de todos os valores devedores que compõem os ativos e passivos do seu negócio, dimensionando a realidade do fluxo de caixa existente; sendo capaz - assim - de criar uma projeção do fluxo de caixa. Essa projeção será capaz de fazer com que os números ofereçam o controle e os dados para uma gestão mais assertiva, permitindo tomadas de decisão em diferentes níveis e, sobretudo, sobre o crédito.


Dentre as dicas apresentadas, Crociati elencou algumas:


- negocie melhores prazos com seus fornecedores, (utilize a capacidade do mesmo de vender preço no prazo em vez de tomar crédito e onerar o seu investimento);


- precisando realmente de crédito, simule quanto você pode pagar por mês e negocie;


- caso caiba no fluxo de caixa, prefira prazos menores e fuja dos juros;


- pesquise antes de tomar decisões e registre ações importantes a serem tomadas;


- honre seus compromissos para que sua empresa esteja apta a receber crédito/investimento quando houver necessidade operacional;




Comments


bottom of page