top of page
  • Foto do escritorAgência ZeroUm

Identidade e vitória de líder

Sob o comando do maestro Lúcio Flávio, Botafogo volta a vencer e convence.


Foto: Divulgação - Botafogo FR.
Foto: Divulgação - Botafogo FR.

Os Alvinegros voltaram a campo sob novo comando. Lúcio Flávio auxiliado por Joel Carli, a pedido dos jogadores, comandaram os alvinegros na noite de ontem, 08, e trouxeram de volta ao rosto do torcedor o sorriso perdido.


Em campo, o que se viu foi um time muito mais solto, com repertório. Ciente de suas capacidades e que agrediu o Fluminense que, talvez, não esperasse uma ressurreição tão rápida.


Em um Maracanã de gramado natural, naturalmente, o Botafogo se impôs. Tchê Tchê jogando pelo meio fez uma partida excepcional.


Aliás, dos pés do camisa 6 saiu o lançamento que colocou Júnior Santos apto a driblar Fábio e anotar 1x0 para o Botafogo. Atônito, o Fluminense acusou o golpe e antes do fim do primeiro tempo foi golpeado novamente. Tiquinho recebeu em profundidade e finalizou de cobertura: 2 x 0. A torcida alvinegra, visitante, e, por isso em menor número, cantava mais alto.


Os tricolores não reagiram. O técnico da Seleção Brasileira não encontrou soluções contra um 'feijão com arroz' vitaminado do Botafogo. A saída rápida, o toque cadenciado, curto e objetivo trouxeram o Botafogo de volta. Os jogadores acreditaram, a torcida abraçou. A nova e provisória comissão técnica percebeu que não precisava imprimir um novo DNA. Venceram todos.




Bruno Velasco

Agência ZeroUm



Commenti


bottom of page